Estratégias Para Combater os Sintomas da TPM

É difícil encontrar uma mulher que não sofra com, pelo menos, um dos sintomas da TPM.

O pior é saber que todo mês, lá vem ela, trazendo dores de cabeça, irritabilidade, insônia, fadiga… de acordo com especialistas, existindo mais de 150 sintomas para essa fase.

Assim, a cada mês, no período que precede a menstruação, cerca de 95% das mulheres, precisam saber lidar com a TPM.

Vale saber que cada mulher tem cerca de 451 ciclos menstruais na vida, o que quer dizer, ter que encarar muito sofrimento durante a vida.

A boa notícia é que existem estratégias para combater esses transtornos, e é o que mostraremos a seguir.

Medicamentos para prevenir a TPM

Dois medicamentos, recentemente, foram aprovados nos Estados Unidos, para tratar a forma mais grave da TPM, a  TDPM, conhecida como transtorno disfórico pré-menstrual, porém, muitos médicos estão prescrevendo para alguns casos de TPM: o antidepressivo fluoxetina (em uma dosagem baixa), e um contraceptivo oral que combina estrogênio e uma nova forma de progestina. 

Para fazer uso de qualquer um dos medicamentos, no entanto, é preciso receita médica, além de um acompanhamento.

Principais estratégias para combater a TPM

Invista em uma alimentação adequada

Sem dúvida, uma alimentação adequada pode ajudar, e muito, a ao menos amenizar os sintomas da TPM, nesse sentido:

  • Evite o consumo de cafeína, álcool e comidas muito salgadas.
  • Aposte em cálcio, que ajuda a reduzir os distúrbios do humor, por isso, consuma derivados do leite, bebidas à base de soja, salmão ou sardinha enlatada e folhas verdes.
  • Invista em magnésio para combater a dor de cabeça e depressão que são causadas pela TPM, para isso, apostando em sementes de girassol, nozes, amêndoas, lentilha, legumes, soja e vegetais verdes.
  • Consuma alimentos ricos em Vitamina B6, para estimular a produção de serotonina e reduzir os sintomas de depressão e ansiedade, tais como carne bovina e suína, frango, peixes, cereais à base de farelo de trigo, banana, abacate e batata.
  • Invista em óleo de prímula, disponível em cápsulas, que contém um ácido graxo essencial chamado ácido gama-linolênico, o qual trabalha bloqueando as prostaglandinas inflamatórias, que causam cólicas e sensibilidade nos seios.

Suplementos

Na hora de combater a TPM, vale apelar para suplementos, já que muitos estudos sugerem que tomar 100 mg de vitamina B6 ou de 200 a 360 mg de magnésio por dia (em três doses diárias, após 15 dias do início da menstruação), ajuda a aliviar os sintomas da TPM. 

Existe também o Meno Livre que é um suplemento natural para menopausa, porém ele ajuda muito a diminuir os sintomas da TPM também.

Certamente, não se automedique, converse com seu médico antes de usar qualquer um desses suplementos por longos períodos.

Fitoterapia a seu favor

E porque não apelar para a boa e velha fitoterapia, já que, comprovadamente, muitas ervas ajudam a tratar a TPM? Algumas delas são:

  • Árvore da Castidade – seus extratos têm sido usado com ótimos resultados para aliviar os principais sintomas da TPM.
  • Peônia Branca – já é muito utilizada na China e no Japão para tratar cólicas menstruais, sangramentos excessivos, miomas uterinos e outros problemas.
  • Sálvia Esclareia – muito utilizado no tratamento de aromaterapia no combate à tensão pré-menstrual, o óleo essencial da sálvia esclareia atenua dores durante a menstruação e transtornos emocionais. 

Atenção, quem for fazer uso das ervas, precisa ter em mente que as mesmas não podem ser ingeridas junto com pílulas anticoncepcionais, principalmente, com terapia de reposição hormonal ou outros tratamentos que afetem o equilíbrio hormonal. 

É preciso considerar que todo tratamento, até mesmo, os fitoterápicos, precisam ter supervisão médica.